terça-feira, 20 de março de 2012

Justificativas de ENREDO - Grupo de Acesso

UNIDOS DO GUAJUVIRAS (9.4 / 10)
Carmem Amora: Tema que seria de fácil assimilação, mas a escola não o desenvolveu com fidelidade de acordo com o organograma. As alas 8/9/10/12, foram representadas nas alegorias e não como alas definidas. 
Marilene Trindade: 
A escola explorou seu tema com muita criatividade, originalidade, abusando de cores, com muita ilustração do tema em questão, facilitando o entendimento e assim atingindo seu objetivo com muito louvor. Alas participando com muita empolgação.

UNIDOS DO CAPÃO (10 / 9) 
Carmem Amora:  A escola seguiu a risca o tema ao qual se propôs. Um tema absolutamente cultural, uma verdadeira aula de história e geografia. Temas como esses deveriam ser levados para as Secretarias de Educação, oportunizando aos nossos professores familializar-se com a cultura carnavalesca e desenvolver nas escolas. 
Marilene Trindade: 
 A entidade realizou seu desfile com muita criatividade desenvolvendo seu enredo com muita originalidade, abusando das cores com muita precisão, porém a figura do tigre não faz parte da fauna brasileira do habitat da Região Amazônica.


ACADÊMICOS DA ORGIA (9.9 / 10)
Carmem Amora:  Desfile perfeito da escola, atendendo ao tema proposto. Desconto de um décimo pela ausência da 3º alegoria, pois estaria adequada ao tema. Em relação a porta-estandarte do tema também ausente, como também de ala nº 4 que poderia ter dado maior brilho a escola. 
Marilene Trindade: 
 A entidade apresentou alas dentro do contexto do enredo, facilitando o entendimento com muita criatividade e originalidade. A idéia central do enredo atingiu seu objetivo.


APITO DE OURO (10 / 9.2)
Carmem Amora:  A escola desfilou tecnicamente correto, de acordo com o tema ao qual se propôs. 
Marilene Trindade: 
 A entidade abusou das cores, porém as alas não foram corretamente caracterizadas de acordo com a proposta do enredo, faltou criatividade para desenvolvimento do enredo.


UNIÃO DA TINGA (9.4 / 9.3)
Carmem Amora:  De acordo com o samba, o tema foi razoavelmente desenvolvido, mas algumas falhas ocorreram. Houve dificuldade em situar as alas 02/ 03/ 06/ 08/ 12 e o 3º estandarte.  (9,4) – para haver coerência com outras escolas que incorreram nas mesmas falhas. 
Marilene Trindade: A entidade apresentou alas num colorido bonito, porém do meio p/ fim, a falta de criatividade e originalidade faz com que o entendimento do enredo tenha se tornado difícil, ao tema em questão, alas com fantasias sem nada demonstrar ao enredo ex: ala saia salmão parte cima preta e chapéu cinza, não consegui decifrar onde entre dentro do tema. Senti a falta do objeto mencionado diretamente ao enredo. “Carvão”.

COPACABANA (9.2 / 9.6)
Carmem Amora:  Seria leve, gracioso, sem comprometimento com historicidade, entretanto não houve fidelidade no organograma. O carro abre-alas não correspondia a um parque de diversões; a ala 3 não se fez presente, as alas 7/8 estavam fora do lugar. Os passistas não corresponderam a proposta do tema. (9,2) 
Marilene Trindade:  A entidade apresentou um desfile através de suas alas, harmonioso, criativo e originalidade desenvolvendo a proposta do enredo, portanto, foi notado falta de alas (Jogo de Capoeira e 2º Mestre-Sala e Porta-Bandeira) para completar o enredo em questão.

OS FILHOS DA CANDINHA (9.4 / 9.4)
Carmem Amora:  A escola desenvolveu o tema religioso afro, contando a história de Maria Mulambo, entretanto a ordem das alas não foram fiéis ao organograma. A compreensão do desenvolvimento ficou comprometida pela falta de elementos. As alas estavam misturadas, não oportunizando a nitidez. 
Marilene Trindade: 
 Faltou a entidade dados (alas) importantes ao enredo apesar de jogar com as cores mostrando criatividade entre elas, os mesmos não mostraram identificação com o tema em questão, facilitando a característica  da proposta do enredo. A escola apresentou seu desfile com pouca originalidade, não obtendo desenvolvimento em seu desfile

3 comentários:

Anônimo disse...

Que absurdo! Esqueceram de avisar a julgadora Marilene Trindade que o símbolo da Unidos do Capão é um tigre, pois sendo o abre-alas da escola, nada melhor que estivesse ali inserido. A justificativa é vergonhosa!!!

Reynaldo òliver disse...

A justificativa de enredo do Império do Sol também esta hilária. Imagina, peria procurar outro absurdo, mas esse foi demais.. rsrsrsrs

Emerson Waner (Acadêmicos da Orgia) disse...

FOI UMA FALTA DE COMUNICAÇÃO IMENSA:
NOTA 9,9 ENREDO:
Carmem Amora: Desfile perfeito da escola, atendendo ao tema proposto. Desconto de um décimo pela ausência da 3º alegoria, pois estaria adequada ao tema. Em relação a porta-estandarte do tema também ausente, como também de ala nº 4 que poderia ter dado maior brilho a escola.
PARA O CONHECIMENTO DE TODOS: INCLUSIVE APÓS SAIR AS JUSTIFICATIVAS CONVERSEI COM O ÉRICO SECRETARIO DA AECPARS E O MESMO ME INFORMOU QUE DEVE TER SIDO ERRO NA CONFECÇÃO DOS CADERNOS.
ACADÊMICOS NÃO TINHA 3º CARRO NO SEU ORGANOGRAMA PRIMEIRO PORQUE O GRUPO COMPORTA APENAS 02 E SEGUNDO ACADÊMICOS NÃO TINHA ESTANDARTE TEMA NO SEU ORGANOGRAMA E NÃO SEI PORQUE FOI JULGADO A AUSÊNCIA DOS ITENS CITADOS PELOS JURADOS. INCLUSIVE O ORGANOGRAMA FOI ENVIADO PARA A AECPARS 40 DIAS ANTES DO DESFILE SEM ESTES ITENS JULGADOS ERRONEAMENTE.
VAMOS TER QUE VER MUITO BEM PARA O ANO QUE VEM NÃO TER ERRO NOS CADERNOS ISTO COMPROMETE UM DESFILE E UM ESTANDARTE DE OURO.
EMERSON WANER