sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Carnaval mobilizado pelos Acadêmicos da Orgia


Pode ter fim uma história que começou há mais de cinco décadas na Avenida Ipiranga, 2741. A prefeitura vai pedir que a escola de samba Acadêmicos da Orgia desocupe sua quadra em um prazo de 90 dias.

Cientes do que a medida pode representar para o futuro da agremiação, representantes da comunidade carnavalesca já começaram a se mobilizar para evitar que a escola enrole sua bandeira.

Representantes e destaques de escolas e de diferentes segmentos culturais da cidade deverão estar hoje (ainda em horário indefinido) em frente à sede fazendo vigília e recolhendo assinaturas. A Aecpars também fixará ponto lá e, em vez de dar expediente em sua sede administrativa, estará trabalhando na quadra dos Acadêmicos. Uma reunião definirá também um plano de ação para contornar a situação. Fique de olho por aqui para novas informações.

O apelo é para que, todos que puderem, passem pela esquina verde e branco do bairro Santana para pedir a permanência da escola e aderir ao abaixo-assinado. Mobilização em redes sociais também vai ajudar.

Para quem não puder marcar presença, o documento com as assinaturas continuará na quadra nas próximas semanas para que o maior número de pessoas consiga se manifestar.

A razão para o risco de o Acadêmico perder sua quadra são as corriqueiras reclamações movidas por moradores há mais de um ano em relação ao barulho. O início do processo, cuja documentação já chegou à Procuradoria-Geral do Município, aguarda apenas o sinal verde da Secretaria de Cultura, que deve fazer o contato hoje, dia 26.

Conforme o presidente da escola, o mestre Cy, a agremiação não desrespeitou as regras de som às quais havia se comprometido depois de contatos com a SMC e a Aecpars.

O que pode?
· A escola de samba pode realizar um evento por mês até as 4h.
· A escola pode realizar dois eventos por mês das 10h às 18h
· A 90 dias do Carnaval, a escola pode ensaiar entre quinta e domingo, até a meia-noite, e nas sextas e sábados, até as 2h.
· A 60 dias do Carnaval, os ensaios podem ocorrer na sexta e no sábado, até as 4h.

19 comentários:

Leanndrinho LV disse...

Absurdo! Mais uma decisão arbitrária contra o carnaval. Uma entidade com mais de meio século de existência e que ali está há muito mais tempo do que os proprietários de vários imóveis que a cercam, têm que ser mudada de local na marra assim como foi com nosso carnaval. A já agonizante cultura popular perde e muito com essa decisão.

Bateria Tinga disse...

Ki sacanagem .. Isso nao pode acontecer . Vamos la povo todo mundo apoiando o academicos ..

Unknown disse...

POXA SERÁ QUE SEMPRE NOSSO POVO TEM QUE SAIR PERDENDO! SERÁ QUE O NOSSO CARNAVAL AQUI NO SUL NUNCA VAI SER RESPEITADO?
MAS RESPEITO COM NOSSA GENTE... NOSSO VOTO TAMBÉM TEM PESO!

Anônimo disse...

Concordo plenamente leandrinho...

Anônimo disse...

O mais impressionante é que a Stugart e os bares que tem em volta os moradores não pedem para retirar!

Complexo Cultural disse...

Eu gostaria de ver o depoimento da Coordenação de Manifestações Populares de Porto Alegre, da LIGA, da AECPARS, do Secretário da Cultura, do Gabinete do Povo Negro da Prefeitura de Porto Alegre, da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, do Movimento Negro Unificado, da UNEGRO.... enfim cadê a SOCIEDADE ORGANIZADA??????

Anônimo disse...

Se fosse um local frequentado por ricos e brancos poderia fazer o "barulho" que desejasse. Nenhuma "autoridade" cogitaria fechar. Como é quadra de escola de samba que reúne negros e pobres então não tem problema. Uma vergonha, racismo e preconceito disfarçados de cumprimento de lei. E os locais que tem na sua maior frequência os filhinhos de papais cheradores irão continuar abertos? Vergonha, vergonha, vergonha.

Fabiano

Anônimo disse...

A Secretaria Municipal de Cultura está prestando um deserviço anti- cultural à população Porto-Alegrense. Isso é racismo institucional.

Anônimo disse...

Amidos carnavalescos. Sou do carnaval SIM,e sei que a muito tempo vem sendo pedido para o Academicos respeitar um acordo que foi feito com Promotoria publica sobre Horario e dias de Festa.Mas e de conhecimento que a escola loca ou cede seu espaço para ser feito eventos. Isto quer dizer que o Academicos não ensaia fora do horario permitido. Mas o Academicos LOCA ou Cede a quadra para grandes eventos o qual sempre estão fora do horario e dias permitido. E AGORA COMO FICA. DEU PROBLEMA NA ÁREA.

Anônimo disse...

voto tem peso e o cara ganhou com 65%, agora vão chorar, na hora de votar não pensam e depois não adianta chorar o leite derramado!!!

Graça disse...

VCS JA SABIAM QUE SE O FORTUNA GANHASSE IRIA PIORAR, AGORA AZAR!!! E VIVA A CULTURA DE PORTO ALEGRE, VIVA OS BARES FECHANDO, E VIVA O FORTUNATI NÃO ERA ISSO QUE VCS QUERIAM?

Anônimo disse...

Certo seria eleger quem tirou o carnaval do centro da cidade, correto? Cada um que aparece.

Fabiano

CLEBER SOARES IMPERATRIZ disse...

A poucos metros do Academicos uma lancheria muntinacional fica aberta toda a noite com muito barrulho de buzinas, som muito alto e todo o barrulhão de aceleração sem sofrerer nenhum tipo de repreenção da prefeitura. EU ACHO QUE BASTA OU NOS UNIMOS E DEFENDEMOS O CARNAVAL OU TEREMOS UM CARNAVAL DE TRIOS ELETRICOS E O RESUCITAR DOS BAILES ELITIZADOS.

Anônimo disse...

Racismo puro. Para muitos, nós , sambistas estamos na cidade errada. Por favor, RESPEITEM A CULTURA POPULAR. O Acadêmicos da orgia é patrimônio da cidade.

Anônimo disse...

Não acredito nisto.

Anônimo disse...

Me perdoem. Gosto muito de carnaval e desfilo. Mas que estava havendo abuso ali no Acadêmicos, isso estava. Além disso, é uma escola agonizante. Não tem um projeto social, seus carnavais são precários, as instalações da quadra são péssimas, etc. Quem conhece os banheiros do Acadêmicos? Não tem condições, aquilo é insalubre. Então, pergunto: qual a contra partida que esta escola está dando para a cultura popular? Festinhas de pagode conta?
E ao Sr. Cléber, que citou o McDonalds, quero dizer que a comparação é lamentável. Barulho, buzinaços, som alto????? Tem certeza que vc frequenta este lugar?
Cabe lembrar que quadras no RJ também sofreram este tipo de prejuízo. O que fizeram? Melhoraram sua acústica. O Salgueiro, por exemplo, blindou sua quadra. Agora pode fazer festa à vontade.
Vamos pensar ao invés de achar que tudo é racismo, etc...

Cleber disse...

Pena o SR anonimo não se identificar, mas frequento o MC e após as 3 da manha quando a gurizada sai das baladas e um barulhão sim tanto que existe varios cartazes solicitando aos clientes respeitarem as leis de silencio.e quanto a falta de projetos sociais fica mais facil ceder a especulação imobiliaria do que reestruturar o local a fim de cumprir sua função social.e por fim as quadras no Rio foram reformadas com um projeto do governo que cedeu verba para este fim.

Anônimo disse...

Aí é que está Cléber: e lá vamos nós pedir dinheiro pro governo. Diferente daqui, é muito interessante pro governo carioca modernizar as quadras das escolas de samba. O carnaval de lá rende milhões à Prefeitura. E aqui, o Acadêmicos rende o que? Volto a perguntar: qual sua contribuição? Quer dizer então que o Acadêmicos só "irá cumprir sua função social" se derem dinheiro pra escola? Reavalie seu pensamento. Perguntinha básica: qual o projeto do Acadêmicos da Orgia que mereça ser contemplado com verba pública?Não tem né?!!!! E sobre o McDonalds, decididamente faz tempo que vc não frequenta o local rsrsrsrs.

Anônimo disse...

O que está faltando na maioria das escolas de samba é renovação nas suas diretorias e TRABALHO SOCIAL. Nossos artistas são tão bons quanto os do Rio ou São Paulo, mas aqui a própria escola (Diretoria) não valoriza o que tem. É necessário investir em estrutura e organização. Depois deste processo teremos o respeito da mídia, empresas privadas e governantes. Enquanto isso tudo fica igual, pois nossos líderes são ultrapassados e se julgam os senhores da razão. Está na hora de reformular esta ASCEPARS, pois são sempre os mesmos à comandar e a culpa de tudo isso é deles.

DESABAFO!!!
Pelé