quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Justificativas de ALEGORIAS - Grupo Especial


UNIÃO DA VILA DO IAPI (9,9
Erika Freitas — Alegorias adequadas ao enredo, criativas, com o recurso de utilização de tecidos imitando a padronagem da madeira (1º carro), no casco da tartaruga (3º carro). Os destaques inseridos no contexto da alegoria. Faltou cuidado na utilização de material para dar efeito às três primeiras alegorias
Jorge Braga Soares — Material empregado no primeiro carro sem causar efeito visual, falta de acabamento no quinto carro.
Dalva Beltrão —As alegorias estavam adequadas e as fantasias compatíveis.

ACADÊMICOS DE GRAVATAI (9,8 / 9,7 /9,6)
Erika Freitas — Alegorias devidamente ilustraram o enredo. Correta utilização das cores, mas faltou cuidado no acabamento.
Jorge Braga Soares — Falta de acabamento no primeiro, segundo e quinto carros e também acabamento nas figuras de composição do quinto carro.
Dalva Beltrão — o carro número 2 estava mal-acabado. O 5º carro difícil entendimento. Ele representava cultural industrial e foi representado por pierrôs e colombinas.

UNIDOS DE VILA ISABEL (9,5 / 9,3 / 9,6)
Erika Freitas — Geradores acoplados às alegorias sem o devido revestimento para que seja entendido como elemento alegórico. 3º carro sem iluminação, faltou componentes na parte de cima da alegoria. 4 carro não foi apresentado, prejudicando o entendimento e a concepção do referido enredo.
Jorge Braga Soares — falta de acabamento nos geradores de todos os carros. No primeiro carro a penúltima composição do lado direito estava sem chapéu. Quarto carro faltou destaque central.
Dalva Beltrão — 1º carro com gerador sem acabamento, o carro sem acabamento. 3º carro faltou quatro componentes atrás e mal iluminado. O 4º carro trouxe uma ave indefinida.

ACADEMIA DE SAMBA PRAIANA (9 / 9 / 9,7)
Erika Freitas — Alegorias danificadas, queijos quebrados no ferro sem acabamento, falta de composições. Utilização de materiais recicláveis, na 4º alegoria cavalo com pintura avariada. Carro inacabado (5º carro), gerador sem revestimento.
Jorge Braga Soares — Primeiro carro faltaram duas composições e falta de acabamento. Segundo carro faltou composição na parte traseira, falta de acabamento na alegoria. Terceiro carro composições sem fantasia vestidos apenas de biquínis e sunga, falta de acabamento na alegoria. Quarto carro o gerador mal acabado e faltando carro.
Dalva Beltrão — Um carro mal acabado, faltando o destaque central.

BAMBAS DA ORGIA (10 / 9,9 /9,9)
Erika Freitas — Alegorias com acabamento, utilização de cores harmoniosa, utilização de materiais uniforme ilustrando o enredo. Destaques e composições adequados à concepção da alegoria.
Jorge Braga Soares — Quarto carro mal acabado.
Dalva Beltrão — 1º carro bem confeccionado. O 2\167 carro bem confeccionado e as fantasias muito bem feitas e dentro do contexto do enredo. O 3º carro impecável. 4º carro quebrou bem próximo da cabine dos julgadores.

ESTADO MAIOR DA RESTINGA (10 /10 / 9,8)
Erika Freitas — Alegorias grandiosas e perfeita adequação das formas e materiais
Jorge Braga Soares —As alegorias estavam adequadas ao tema proposto.
Dalva Beltrão — 1º carro bem confeccionado. 2º carro faltou o acabamento do resplendor. 3º carro o adereço da perna da componente caiu sobre o piso do carro e uma componente sem o adereço da cabeça. 4º carro bem confeccionado.

IMPERIO DA ZONA NORTE (10 / 10 / 10)
Erika Freitas — alegorias adequadas ao enredo com acabamento detalhista. Muito bem explorada a utilização de materiais e cores.
Jorge Braga Soares— As alegorias estavam adequadas ao tema proposto.
Dalva Beltrão — A escola fez um desfile impecável.

EMBAIXADORES DO RITMO (9,4 / 9,9 / 9,7)
Erika Freitas — Alegorias desenvolvidas sem criatividade, acabamento sem capricho. Pouca utilização de materiais para dar efeito aos carros.
Jorge Braga Soares — Alegorias confeccionadas com material de pouco efeito visual.
Dalva Beltrão — 1º carro a coroa da santa estava solta, quase caindo, e o índio da esquerda estava sem o arco.

IMPERATRIZ DONA LEOPOLDINA (10 / 9,9 / 10)
Erika Freitas — Alegorias bem cuidadas, ilustrando o enredo com riqueza de detalhes nas esculturas.
Jorge Braga Soares — Alegorias confeccionadas com material de pouco efeito visual.
Dalva Beltrão — A apresentação das alegorias e os adereços estavam dentro do enredo.

IMPERADORES DO SAMBA (10 / 10 /9,9)
Erika Freitas — Alegorias adequadas ao enredo, composições e destaques devidamente inseridos na forma dos carros. Bom acabamento e criativas.
Jorge Braga Soares — As alegorias estavam adequadas ao tema proposto.
Dalva Beltrão — Nos carros 1 e 2 gerador de luz aparece nitidamente. No 1º está próximo à pata do leão da direita, no outro na frente solto, o gerador de luz no 3º carro.

Nenhum comentário: