terça-feira, 18 de junho de 2013

Confira a sinopse da Imperatriz Leopoldense

Leia abaixo a sinope do enredo da Imperatriz Leopoldense para o Carnaval de 2014, quando a escola do Grupo Especial falará sobre a China na avenida.

Milênios de Tradição, História e Cultura
- A Imperatriz Celebra a China

Autores: Gustavo Barros e Ricardo Paulino

Luzes!
Para clarear, dissipar a escuridão do vazio "Wu-chi".
Imerso na realidade primordial, formou-se o "Tai-Chi",
Que é luz e trevas, terra e céu. Dia e noite, corpo e mente.
Depois vieram os trinta céus, trinta reinos, seu povo místico,
Do fruto de um amor tão puro, eis o "Imperador de Jade",
"Yuhuang", cultivador do "Tao", o caminho do nirvana.
Assim começou a história da China,
Um grande império, dinastias, esta terra prosperou.
Para guardar o futuro, ergueu-se a grande muralha,
E a cidade majestosa onde habitava o imperador,
Da terracota a arte moldou seus bravos guerreiros.
O fascínio pelo desconhecido atraiu o aventureiro,
Que cruzou terra e mar desvendando a rota da seda,
O mesmo mar que levou no balanço das ondas as riquezas,
E aproximou o mundo de sua intensa cultura.
De delícias culinárias que desafiam os sentidos,
Aos dragões que bailam num matiz de beleza ímpar.
Das sombras que dão vida a pequenos personagens,
Aos ensinamentos que dão equilíbrio a corpo e alma.
Eis a plenitude da cultura, que transmite paz e sabedoria,
Onde a dobradura de papel leva sonhos e orações aos céus
E a música conta história, encanta e acalma os corações.
Terra que sempre apontou para o futuro,
Legou ao homem tinta e papel para registar sua história,
Fez crianças e adultos ganharem as alturas com pipas,
E coloriu os céus numa explosão de cores magistral.
Inventividade que orientou caminhos e criou objetos de rara beleza,
E continua rumo a um tempo cada vez mais inteligente.
Um povo que navegou e aqui no Brasil plantou esperança,
Encontrou nesta pátria uma nova morada e a fez avançar,
Implantou, contribuiu, transformou o Brasil.
Assim, os leões celebram 202 anos dessa amizade,
De vermelho e branco, no girar do pavilhão,
Milênios de tradição, história e cultura,
A Imperatriz celebra a China.

Nenhum comentário: