quinta-feira, 25 de julho de 2013

Padedê do Samba na festa do Mestre Dionísio

Direto do Rio de Janeiro, a presidente do Padedê do Samba e porta-bandeira da Imperatriz Leopoldense, Simone Ribeiro, se propôs a contar como foi a comemoração do aniversário da escola de Mestre-Sala e Porta-Bandeira do mestre Manoel Dionísio, patrono do núcleo gaúcho. Eis, abaixo, o relato enviado por ela.



* Por Simone Ribeiro
 
No último sábado, dia 20, aconteceu a festa de aniversário de 23 anos da Escola Manoel Dionisio,graças ao apoio de pais, alunos e amigos que se uniram para não deixar passar em branco tão importante data.

A escola, embora venha prestando serviço à cultura popular, não está recebendo a valorização que merece pelos órgãos públicos do RJ. Mesmo assim, sua presidenta, Magda Dionisio, a diretoria e seus instrutores seguem na luta para mantê-la funcionando. Apesar desse contexto, a festa foi uma alegria só.


Houve apresentações de carimbo, expressão corporal, danças populares pelos alunos,ballet, entre outras. Estiveram presentes os núcleos afiliados de outras cidades e estados, inclusive do RS! Dançaram mestres-salas como Ubirajara Claudino, Sidclei e Adilson, que dançou com Soninha na Mocidade, a pesquisadora Renata de Sá Gonçalves, autora do livro “A dança nobre do carnaval”.

* * *

Um dos momentos de maior emoção foi ver Peninha — uma figura ilustre do Carnaval do Rio que, na década de 70, colecionou notas 10 como mestre-sala de grande escolas — dançando com a PB Thais, da Porto da Pedra. Depois foi a vez de Claudinho, que foi grande MS do Império Serrano e que é instrutor da turma de avançados, mostrar todo seu bailado.



A escola Porto da Pedra, cujo tema desse ano é exatamente o casal de guardiões, presenteou a EMD com uma belíssima apresentação. Esperávamos somente a bateria, mas compareceram passistas, baianas e seu primeiro casal, oriundos da EMD. Um espetáculo maravilhoso!
Após a oração de São Francisco, ato solene e tradicional das festas de aniversário da escola, comandado pelo mestre Dionisio e na qual todos se deram as mãos entoando a canção, seguiu-se o parabéns e a alegria de ver os alunos apresentando seu aprendizado e o resultado do empenho de seus instrutores, todos bailando, desde crianças até maior idade, na já conhecida roda de bandeiras.

 

* * * 

Fazem parte dessa turma Vinícius Antunes e Jéssica Ferreira, primeiro casal da Unidos de Padre Miguel e que fará uma apresentação histórica no dia 25 de julho, na praia de Copacabana, para o maior representante da igreja católica, o Papa Francisco. O pavilhão que apresentarão, idealizado e criado por Bonifácio Júnior, tem as cores do Vaticano (branco e amarelo), a logo oficial da Jornada, as letras na cor azul representando a cor do manto de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, e a franja na cor ouro, que representa toda a excelência dos pavilhões que compõem o cenário nacional do samba.

Bonifácio Junior, coreógrafo do casal, doou esse pavilhão para a EMD, para que seja feito um leilão nacional e, dessa forma, ele espera contribuir para a continuidade e manutenção da Escola. Um gesto nobre, de amor a essa escola maravilhosa, que tanto tem contribuído na formação de casais de todo RJ e que a diretoria luta para que essa contribuição seja reconhecida e apoiada pelos órgãos públicos.

Nenhum comentário: