sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Coluna Vale do Sinos, por Marco Bica




Renovações e novidades na Portela do Sul


Foto: André Gomes
Mestre-sala e porta-bandeira nota máxima no Carnaval de Novo Hamburgo, Caio e Lubianca tiveram seus contratos renovados pela Portela do Sul para 2014.

O casal, aliás, também é bicampeão do Estandarte de Ouro de Porto Alegre pela Unidos do Capão, onde vão para seu terceiro carnaval consecutivo.



Além da dupla, a escola anunciou a permanência da porta-estandarte mirim Maria Valentina, que vai para seu segundo ano na Portela do Sul, e da parceria com a ala da comunidade Ala do Tigrão, que coloca 120 pessoas na avenida. Haverá famosos na ala, a convite do coordenador Tigrão.

Esperemos para ver quem será.


*  *  * 


Império da São Jorge tem novo carnavalesco

A escola de Novo Hamburgo contratou Fábio Lima para ocupar as funções de diretor de Carnaval e carnavalesco.

 Diretor de Carnaval  da Imperatriz Leopoldense, de São Leopoldo, nos últimos dois carnavais e carnavalesco da Corujão, de Tapes, tem muita experiência no Carnaval de Novo Hamburgo, com passagens por Cruzeiro, Marujos e a própria Portela.

*  *  *

Grande evento para lançar samba da Raízes
Daqui pouco menos de um mês, a escola de samba Nossas Raízes, de Canoas, realizará um grande chá colonial para apresentar seus protótipos, seu samba e seu grupo show completo rumo ao Carnaval de 2014. O evento será no dia 8 de setembro, às 15h, na sede da agremiação (Rua Faustina Correa, 185). Os ingressos custarão R$ 12. Crianças de três a cinco anos pagam metade. 

*  *  *
 Imperatriz Leopoldense renova com passistas

Quero anunciar a renovação do casal de passistas da Imperatriz Leopoldense, a caçula do Grupo Especial de Porto Alegre, que vem para avenida mostrar a cultura, a gastronomia e os costumes religiosos da China.

São a Michele Carvalho e o Lucas Morone, que vão para seu segundo ano dançando juntos. Michele, no entanto, já é prata da casa e completa 10 anos de amor e dedicação à vermelho e branco da Feitoria:

— Comecei na Imperatriz Leopoldense em 2003, desfilando no abre-alas. Em 2004, fui ala de mulatas e em 2005 já estreei como 2ª passista. Em 2007, passei a ser a 1ª. Tive passagens por outras escolas, como Vila de IAPI (onde desfilei por 3 anos na Ala Mulatas Nota Ten), e em outros carnavais, com a Portela do Sul de NH, Império do Vale de Sapucai,a Rosa Dourada de Canoas e Academia Cohab Santa Rita de Guaíba — conta ela.

Morone iniciou como primeiro passista em 2009, na Realeza, onde ficou por três carnavais. Depois, fez uma passagem pela Protegidos e logo se transferiu para o Império do Sol. Até chegar à Imperatriz, onde foi bem acolhido:

— Sou Imperatriz, pois aqui todos têm valor... Não é somente uma escola de samba, mas uma verdadeira família!

O lema que conduz esse casal de passistas é o seguinte: “Nos pequenos frascos estão as melhores essências”.

Olha, povo, que chique as fotos. Se nas fotos eles se puxaram, imagina a fantasia que vem por aí. Aliás, neste ano, foi babadeira a fantasias deles: muito brilho, pedras, rabo de galo e bordados.

*  *  *
Andanças...
Estive no dia 6 na feijoada da Filhos da Candinha, que neste ano terá como tema uma homenagem a Viviane de Iansã. Sei que a escola não é do Vale do Sinos, mas quero agradecer a recepção que recebi dos integrantes da escola e da comunidade. Também adorei o pagode bem pegado à tarde!

Karen Dilu, Vivian Trindade e Kellen Dilu

Bica e Viviane de Iansã

Eu e o Olavo, segundo passista

Nenhum comentário: