quinta-feira, 10 de outubro de 2013

A Samba Puro em libras e braile na avenida


A Academia de Samba Puro não quer deixar ninguém de fora do espetáculo que está arquitetando para o Carnaval de 2014. Pensando nisso, idealizou uma iniciativa pioneira.

Mais do que incluir em seu desfile pessoas com deficiências (PcD), a escola do Grupo Especial levará à avenida intérpretes de Libras (a "linguagem dos sinais") para que deficientes auditivos cantem junto e distribuirá a letra da obra em braile para os deficientes visuais lerem.

Convidamos a todos para estarem conosco, sem preconceitos e indiferença. Trabalhamos por inclusão. É por isso que levamos escrito em nossos uniformes: "Não mexe comigo porque não ando sozinho". E a Samba Puro trouxe para seu Carnaval mais parceiros para abrilhantar esse espetáculo conta Emerson Waner, diretor de Carnaval da Samba Puro.

O novo parceiro a que se refere é a FADERS (Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência e com Altas Habilidades no RS). A reunião foi realizada na tarde de quarta-feira, dia 9:

Participarmos da criação de uma ala para as PcD e suas representações. O destaque da reunião foi a consciência dos membros da Samba Puro, que falaram sobre a importância de o samba estar em braile e a comunicação com os surdos também ser garantida através de intérprete de Libras. Essa é a maior demonstração de que a Sociedade Gaúcha está à frente de novas atitudes de inclusão social, deixando o preconceito para a história declarou Marli Conzatti, presidente da Faders, entidade vinculada à Secretaria dos Direitos Humanos.

No Carnaval de 2014, a Samba Puro apresentará o enredo "Sou Maria e trago outras Marias para o meu Carnaval" (ouça aqui o samba). 

Nenhum comentário: