segunda-feira, 3 de março de 2014

Copacabana com qualidade para se manter

Fotos: Evandro Oliveira, PMPA


* Por Gisele Mendonça e Rosângela Santos


Campeã do Grupo de Acesso no Carnaval passado, a Copacabana era uma das escolas que gerava maior expectativa em função do grandioso desfile que lhe rendeu a ascensão ao Grupo A.

Não apresentou o mesmo visual, mas fez um belo desfile, com toda a escola muito empolgada e cantando muito o samba, acompanhada pelo público. Falando em samba, aliás, uma ausência em relação ao que vinha sendo anunciado: o carioca Bruno Ribas não veio. Coube ao intérprete Maurício, ex-Samba Puro, assumir com competência o microfone número 1.

– Fiquei muito feliz com a evolução de harmonia e bateria. Fluiu bem – comentou Sandro Ferraz, diretor de harmonia geral do Copa.


Mas, apesar des acertos, houve deficiências. Com alas pequenas, a escola apresentou alguns componentes sem cabeças e outros sem sapatos. O problema já era uma preocupação do carnavalesco carioca Reynaldo Oliver:

– Meu trabalho focou nas alegorias e nas fantasias de destaques – declarou.

O final do desfile acelerou um pouco o andamento para que a escola encerrasse dentro do tempo permitido:

– Acho que a coordenação conduziu muito bem o desfile e a finalização – avaliou o coordenador Valter Santos.
 
 

Nenhum comentário: