segunda-feira, 3 de março de 2014

Imperadores em busca do título engasgado

 Amanhecia no Porto Seco quando Imperadores do Samba, última escola do Grupo Especial a desfilar, encerrava seu sempre espetacular desfile.

Puxada pelo intérprete Vinicius Machado, a escola iniciou sua apresentaão com uma explosão de energia, mas algumas tristezas.

A comissão de frente sofreu com problema no seu tripé e teve de arrancar sem o elemento cenográfico. O que não tirou a garra de sua performance e brilho de sua coreografia bem pensada para representar os sonhos e personagens do escritor Luis Fernando Verissimo, tema do enredo.




Minutos antes do desfile, a comoção também contagiou toda a família Sinfônica, que desfilou sem seu Mestre Brinco à frente. O diretor da bateria está hospitalizado devido à uma infecção e, por isso, não pôde participar. A missão, mais do que bem executada, ficou nas mãos de sua equipe, com Urso à frente dos ritmistas. Sem falhas e nem firulas, sacudiu a avenida.

No mais, Imperadores do Samba foi só alegria. A vermelho e branco fez um desfile eficiente e tranquilo, com visual rico e envolvente. Muitos méritos ao carnavalesco Silvio Oliveira pela concepção criativa e coerente do tema.


O homenageado, aliás, era pura emoção. Ele desfilou no quarto e último quarto e, da cabeceira da pista, enxergou a pista tomada pelas alas bem distribuídas e alegorias bem acabadas.

Destaque para o luxo e encantamento do casal de mestre-sala e porta-bandeira. A dupla chegou confiante à dispersão. Simone declarou que, mesmo sendo o primeiro ano do casal dançando juntos, estavam muito preparados para o desfile. Céh afirmou que a coreografia do casal encaixou perfeitamente na evolução da escola, já que os ensaios foram feitos juntos com a coordenação.

Imperadores encerrou seu desfile cantando "É campeão". O espetáculo, dedicado ao mestre Brinco, foi emocionante. E aumenta o leque de favoritas ao título do Carnaval de 2014

Para o presidente Luiz Carlos Amorim, o que falta para o título do Imperador é a percepção dos jurados:

- Imperadores já vem fazendo um excelente carnaval nos últimos dois anos mas, infelizmente, os jurados não repararam isso. Este foi mais um grande Carnaval da escola, e esperamos que a taça vá para a Padre Cacique - declarou o presidente!

 

Um comentário:

Ademira disse...

Parabéns a minha Escola de coração como sempre digo, escola, time de futebol e religião não se troca, se escolhe e curte. Faço parte desta agremiação há muitos anos e sempre me orgulho de seus títulos. Obrigada a direção desta casa, sem portaria, sem copa, ensaiando ora num lugar ora noutro conseguiram conquistar o tão desejado campeonato. Abraços