segunda-feira, 3 de março de 2014

Protegidos faz desfile de superação

Fotos: Joel Vargas, PMPA


* Por Rosângela Santos e Gisele Mendonça
Penúltima escola a desfilar nessa noite, a Protegidos da Princesa Isabel entrou na avenida com consciência de que faria um Carnaval para tentar se manter no Grupo A. Os problemas enfrentados no pré-Carnaval, como a perda de patrocínio, ficou visível.

Pequena, com poucas alas e carros sem muito acabamento, a escola de Novo Hamburgo fez um desfile correto, mas as deficiências devem pesar.

– A escola não deve ser tão penalizada pela falta de duas alas. No mais, a escola passou muito bem – declarou Luis Fernando Lima, diretor de Carnaval.




Também não faltaram qualidades no desfile. Do carro de som, a voz que sagra-se como uma das mais competentes do Porto Seco, de Anderson Luiz. Com a primeira bandeira, a estreia de Cristiane Pereira, que trocou sua carreira no estandarte para encarar o desafio de dançar com um mestre-sala. Lindamente vestidos, ela e Cristiano saíram da avenida satisfeitos com o resultado:

– O desfile foi tranquilo, mesmo sendo uma estreia! A amizade de 10 anos com o Cristiano fez com que nossa passagem fosse como planejada.

E o amanhã, o que será?!




Nenhum comentário: